Troca de experiências

A gastronomia passou a ser uma das profissões com mais status e espaço no Brasil, nos últimos anos.  A valorização do crítico gastronômico e dos programas de culinária tem intensificado a procura por essa formação. A Faculdade Cambury é pioneira no estado de Goiás nessa oferta de curso. Tanto é que tem o privilégio de chamar chef’s renomados para troca de experiências com calouros, sempre que possível.

O último bate-papo franco entre profissionais da área e alunos recém-chegados ao curso ocorreu ontem, no período da tarde. Os convidados foram César Costa e João Almeida que contaram histórias do período de formação e das primeiras experiências profissionais. O que chamou a atenção foram os conselhos, principalmente, para que os calouros compreendam que a área é promissora sim, porém não é só de glamour.

Até mesmo porque pesquisas comprovam que o recém-formado em Gastronomia também é contratado por restaurantes para desempenharem funções triviais, como descascar e picar legumes ou limpar e cortar carnes. De acordo com a experiência adquirida, esse profissional conquista o direito de executar tarefas mais complicadas, como preparar molhos. Até chegar a chef, profissional responsável pela cozinha e por criar pratos com bela apresentação existe uma longa estrada.

O chef gastronômico César Costa diz se sentir emocionado de voltar para a Cambury, pois é como se voltasse na história de vida dele. “Sou grato a todos daqui, a Thatyana Lacerda, a Juliana, o Mustafá”. Sobre os calouros, César disse que é muito importante que eles venham sempre de coração aberto e querendo aprender muito. “Eu sempre digo que vai ter dificuldades, portas fechando na sua cara, mas não desista. Eu acreditei e por isso estou onde estou hoje”, complementa.

Três passos

De acordo com o chef João Almeida, o primeiro passo para o sucesso é estudar. “A gente não é ninguém se não estiver estudando e se não tiver aprimorando o conhecimento. Pois, isso é à base de tudo e sem ele não conseguimos chegar a nenhum lugar”.

Para ele o segundo passo é estar presente sempre para não perder oportunidades. “Sempre que surgir uma vaga de estágio, uma oportunidade de estar participando esteja junto das pessoas”, complementa. Por fim, João afirma que é importante não desistir nunca, mesmo que esse pensamento possa ser inevitável. “A gente fica cansaço, afinal são muitas horas em pé. Muitas horas mexendo com coisas que a gente não gosta às vezes. Mas, não desista! Siga em frente, pois no final a recompensa é grande”.

GASTRONOMIA

 

 

 

 

 

Conheça o programa exclusivo da Cambury EPF – Estude agora e pague depois de Formado, Clique no banner