Representando Goiás, chef Tati Mendes disputa final em prêmio nacional de gastronomia

2bf7bfb3a73f5d33f08cbacb90d4f5a8

Professora do curso de Gastronomia e do MBA de Gastronomia e Negócios em Alimentação, ela disputa a principal categoria do prêmio com outros quatro chefs.

 

A chef Tatiana Mendes é a representante da região Centro-Oeste na final do Prêmio Nacional Dólmã, que homenageia profissionais de destaque da área gastronômica em todo o país. Atuante em Goiás, ela disputa a principal categoria do prêmio com outros quatro chefs.

Conforme a organização do prêmio, os votos de uma comissão avaliadora representam 70% da nota que definirá o vencedor. Os outros 30% serão somados por voto popular, por meio do aplicativo da premiação no Facebook. A votação vai até o dia 24 de novembro e o resultado será divulgado em 3 de dezembro durante cerimônia em Manaus.

Clique aqui para votar!

Com uma atuação predominantemente em cursos de gastronomia, Tati, como é conhecida, vem se destacando no ramo por sua forte atuação em seu blog e nas redes sociais, onde ensina receitas e compartilha suas aventuras gastronômicas. Natural de Curitiba (PR), ela conta que mudou-se para Goiás muito nova e foi em solo goiano que assumiu a cozinha de casa, aos 13 anos, para ajudar a família. Ela explica que as referências gastronômicas do Sul misturadas às do Centro-Oeste foram essenciais para sua formação como chef.

“Tenho muito orgulho de poder representar Goiás, pois afinal foi trabalhando aqui que me tornei conhecida nacionalmente. Goiás me mostrou o sabor do Brasil, pois a cozinha das minhas avós era 99% europeia”, afirma Tati, que afirma ter um estilo de culinária “nem lá, nem cá”: “É a minha culinária, feita com a junção das minhas duas terras”.

Este é o terceiro ano de realização do Prêmio Nacional Dólmã. Para Tatiana, a premiação se diferencia das demais por pensar na gastronomia como um todo, não apenas no trabalho desenvolvido em restaurantes, mas também em escolas e buffets, por exemplo.

“Saber que meu trabalho como chef professora e formadora de opinião na área de gastronomia também está sendo reconhecido é muito recompensador”, afirma. “Infelizmente, na gastronomia, quando você foge um pouco do trilho normal que as coisas acontecem, o preconceito é enorme. Existem várias maneiras de ser chef”, completa.

Para Tatiana Mendes, além de ser uma oportunidade de mostrar as diversas especializações possíveis para um chef de cozinha, o prêmio também é a chance de destacar a gastronomia goiana: “Quero muito trazer esse prêmio para Goiás. Temos muito a mostrar para o restante do Brasil e se eu puder ajudar nisso, ficarei extremamente feliz”.

Além de Tati Mendes disputando a categoria nacional, outros quatro chefs de Goiás participam do concurso. Disputam entre si na categoria estadual os chefs Willian Carvalho, Elaine Moura e Humberto Marra.

Fonte: Mais Goiás