Quantos tipos de câmera fotográfica você conhece? Sabe a diferença de uma digital para uma analógica?

Hoje em dia é possível encontrar diversas opções de câmeras fotográficas no mercado com suas mais variadas características, tamanho e funcionalidades. Dentre elas, podemos destacar:

  • Compactas: São câmeras pequenas, equipadas com lente fixa, às vezes até com zoom ótico, porém não possuem recursos manuais e possuem um sensor muito pequeno;
  • Prosumer: Câmeras um pouco maiores, não trocam lentes e possuem regulagens manuais e um sensor um pouco maior;
  • DSLR: Aquelas câmeras “grandes” que você pode trocar as lentes e possui todos os recursos manuais e, também, um modo automático. Possuem sensores um pouco maiores que as “prosumer” (no caso, o cropado) ou muito maior (no caso, o full frame) e, ainda, outras várias opções como TLR, Micro 4/3, Rangefinder, Instantâneas, Descartáveis, Pinhole, MirrorLess e etc.

 

Existem algumas particularidades que variam em peças e programa das câmeras fotográficas. No caso das digitais DSLR, são gerenciadas por um software que permite fazer a fotometria em cada novo clique, ajustando e personalizando os modos de foto de maneira mais adequada a cada situação. Em síntese a imagem é gravada a partir da interação da luz captada pela lente por diversos sensores digitais que por sua vez geram a imagem.

 

Nas câmeras analógicas o processo de captação de imagem é similar, com a diferença que, nestes equipamentos, a imagem é gravada em um filme que ao ser exposto a luz gera a imagem fotografada em negativo. Outra particularidade bem delineada deste equipamento é o processo de revelação química da foto, que, segundo os entusiastas da fotografia analógica, confere uma ótima qualidade e gera uma experiência única, totalmente diferente da fotografia digital.

 

Para quem se interessa por fotografia e pretende iniciar os estudos nesta área, recomenda-se a fotografia digital, tendo em vista que a prática é essencial para o aperfeiçoamento das técnicas fotográficas. Esse método permite mais erros há um custo quase inexistente, enquanto a fotografia analógica exige maior precisão, para não desperdiçar cliques podendo encarecer o processo quando pensamos em filmes e revelação. Outros aspectos podem influenciar na escolha entre um equipamento e outro, porém é importante ressaltar que, independente da escolha, para obter bons resultados é preciso se capacitar e dedicar algum tempo de estudo na área.

 

Conheça o programa exclusivo da Cambury EPD – Estude agora e pague depois, Clique no banner