OS ADVOGADOS MAIS DISPUTADOS EM 2019

As áreas pouco demandadas no ano passado surgem no horizonte de carreiras mais promissoras do ano de 2019. Uma onda de otimismo estimula a volta de investimentos e o recrutamento de profissionais do Direito é um dos primeiros a se agitar.

 

Confira os 10 advogados mais buscados pelo mercado de trabalho em 2019:

 

Advogado especialista em mercado de capitais com foco em IPO

O que faz: acompanha e dá suporte a todo o processo de IPO (Initial Public Offering, oferta pública inicial).

Perfil: embora existam algumas pós-graduações voltadas para a área de mercado de capitais, ter a experiência é o que pesa mais. O inglês fluente é importante porque é decisivo em processos seletivos de grandes escritórios.

Por que está em alta: muitas empresas que estavam com IPOs engavetados devem abrir o capital neste ano. Setor público também se destaca, com IPOS vinculados a empresas da união.

 

Advogado da área de mercado de capitais voltado para fundos de investimento com foco no setor imobiliário

O que faz: viabiliza a captação de recursos fazendo negociações e elaborando os diversos documentos necessários à formalização da constituição da estrutura de captação. É ele quem faz segurança jurídica do investimento e também a negociação e formalização dos documentos para o investimento e a regularização dos imóveis.

Perfil: sólidos conhecimentos de direito imobiliário, de estruturação das operações de mercado e de regulamentação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). O profissional que se destaca nessa área é aquele que cria soluções para os entraves que aparecem no meio do caminho, mantendo sempre a segurança nas estruturas existentes.

Por que está em alta: o mercado de fundos imobiliários já vem recebendo aportes de investidores que buscam alternativas mais rentáveis do que os juros de mercado.

 

Advogado especialista em direito público

O que faz: atendem clientes que buscam negócio na área pública, em privatizações, concessões, ou que integram parcerias público-privadas.

Perfil: é um profissional que precisa ter uma bagagem acadêmica mais robusta, com pós, mestrado, doutorado em áreas como direito constitucional e  direito administrativo. Conhecimento tanto na área pública como na privada.

Por que está em alta: privatizações e concessões previstas pelo novo governo explicam o aumento na procura por esses profissionais.

 

Advogado especialista em direito regulatório

O que faz: presta serviços para empresas de setores regulados. A área de proteção de dados é destaque.

Perfil: profissionais que já trabalharam em agências regulatórias se destacam, assim como aqueles que já tem experiência de prestação de serviços em setores regulados.

Por que está em alta: a área de proteção de dados, em razão de novas tecnologias, ainda não é coberta por legislação específica e a demanda por quem tenha conhecimentos é maior.

 

Gerente jurídico (GJ) em empresas

O que faz: é um profissional que atua de forma generalista, responde por todo tipo de demanda jurídica da companhia. Eles resolvem desde dúvidas rotineiras inerentes ao negócio até assuntos mais estratégicos, suporte para o Global e/ou acionistas.

Perfil: visão do negócio, perfil comercial, senso de dono, conhecimentos em tecnologia e inovação.

Por que está em alta: departamentos jurídicos voltam a demandar profissionais mais experientes e estratégicos. O objetivo é contar com pessoas que trabalhem em prol do negócio e que tenham uma visão do todo para acompanhar o ritmo de retomada das companhias.

 

Advogado de Contencioso Cível

O que faz: cuida de toda a esfera judiciária ou arbitral. É responsável pelas defesas judiciais nos tribunais, sobre os mais diversos assuntos.

Perfil: dinâmico, resiliente e que pense de forma estratégica. Capacidade de gestão também é uma característica valorizada. Atua em geral nos escritórios de advocacia, mas também pode trabalhar em empresas.

Por que está em alta: sempre tem demanda. Na crise, os litígios aumentam e na retomada também. Os advogados de contencioso especializado devem ser ainda mais necessários em um cenário de recuperação devido a sua capacidade estratégica.

 

Advogado da área de direito societário/contratos/fusões e aquisições (em escritórios e empresas)

O que faz: lida com assuntos relacionados ao mundo corporativo. Ele reúne as regras sobre a constituição e a dissolução das sociedades. As fusões e aquisições são operações empresariais que lidam com a compra ou junção de empresas.

Perfil: Visão apurada de negócios, mercado e economia, habilidade forte em negociação, resiliente e persistente.

Por que está em alta: Com os sinais de uma retomada do mercado, voltam a se destacar atividades mais focadas no negócio, como societário, contratos e fusões e aquisições.

 

Sócios gestores em escritórios

O que faz: gestão completa da equipe e do escritório. É o profissional que deve estar completo no que chamamos de tripé: musculatura técnica, gestão da equipe e habilidade comercial de prospectar e gerar novos negócios.

Perfil: perfil comercial forte, habilidade de gestão e visão de negócios.

Por que está em alta: os escritórios estão atrás de geração de negócios. Esse perfil tem um maior potencial de crescimento e ajuda os escritórios a crescerem e se consolidarem cada vez mais.

 

Fonte: Exame, Abril.