NUPECAM (Núcleo de Pesquisa Cambury)

O Núcleo de Pesquisa da Faculdade Cambury, NUPECAM, tem por finalidade contribuir para a sistematização e a institucionalização da pesquisa científica na IES. Nesse contexto, proporcionará o atendimento aos projetos de pesquisa apresentados pelos docentes com a participação de discentes que tenham interesse na iniciação científica. Os projetos deverão se enquadrar às seguintes linhas de pesquisa:

a) – Direito, Meio Ambiente e Desenvolvimento
b) – Inovação e Gestão Estratégica
c) – Saúde e Beleza
d) – Gastronomia

Os interessados deverão consultar o regulamento, neste sítio.

Atenção: Todos os arquivos estão no formado pdf, necessitando o aplicativo Acrobat Reader (ou similar) para visualização.

O Núcleo de Pesquisa da Faculdade Cambury, é destinado aos docentes e aos discentes regularmente matriculados em seus cursos superiores e obedecerá às normas estabelecidas no presente Regulamento.

Artigo 1º – DA NOMENCLATURA

O Núcleo de Pesquisa da Faculdade Cambury terá a denominação de NUPECAM.

Artigo 2º – DA COORDENAÇÃO

O coordenador do Núcleo de Pesquisa será ocupado por um docente com o título mínimo de mestre e terá de 12 horas semanais como carga horária, destinada ao Núcleo.

Artigo 3º – DOS OBJETIVOS DO NUPECAM

I – Quanto à Instituição:
a. Contribuir para a sistematização e para a institucionalização da pesquisa;
b. Propiciar condições institucionais para o atendimento aos projetos de pesquisa;
c. Tornar as áreas institucionais mais proativas e competitivas na construção do conhecimento;
d. Possibilitar uma maior integração entre os cursos superiores da Instituição;
e. Incentivar os discentes ao universo da pesquisa acadêmica.

II – Quanto aos discentes:
a. Despertar a vocação científica e tecnológica;
b. Proporcionar o domínio da metodologia da pesquisa científica e tecnológica e estimular o desenvolvimento do pensamento científico;
c. Despertar uma nova mentalidade em relação às atividades de pesquisa;
d. Preparar o discente, participante do NUPECAM, o acesso à pós-graduação;
e. Aumentar a produção científica e tecnológica dos discentes vinculados ao Programa.

III – Quanto aos docentes:
a. Estimular os docentes e pesquisadores a se engajarem no processo de pesquisa científica e tecnológica;
b. Estimular o aumento da produção acadêmica científica e tecnológica dos docentes;
c. Incentivar o envolvimento de docentes em atividades de pesquisa;
d. Melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem.

Artigo 4º – DAS LINHAS DE PESQUISA

Os projetos terão de estar ligados às seguintes linhas de pesquisa:
a. Direito;
b. Saúde e Beleza;
c. Gestão e Negócio;
d. Hospitalidade e Lazer;
e. Produção Cultural e Design;
f. Informação e Comunicação;
g. Infraestrutura e Planejamento.

Artigo 5º – DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DOS PROJETOS DE PESQUISA

Os docentes interessados em apresentar projeto de pesquisa no NUPECAM, deverão preencher os editais disponibilizados no site do NUPECAM. Um dos requisitos exigidos é ter o título de mestre. A IES, por meio do NUPECAM, lançará um edital anualmente.

Artigo 6º – DAS ATRIBUIÇÕES DO DISCENTE PARTICIPANTE DO NUPECAM

I – Realizar coleta de dados, organizar e sistematizar informações coletadas, participando da análise dos mesmos;
II – Realizar visitas técnicas e viagens de estudo relacionadas com o projeto de pesquisa, por designação do coordenador do projeto;
III – Participar da organização do acervo bibliográfico e documental do projeto de pesquisa;
IV – Participar de eventos científicos e tecnológicos relacionados com a temática do projeto do qual participa, auxiliando, quando for o caso, na organização dos mesmos;
V – Redigir textos, resenhas e artigos, sob orientação do docente coordenador do projeto;
VI – Auxiliar na realização de testes e experimentos;
VII – auxiliar na elaboração de diagnóstico e análises situacionais, assim como na redação dos relatórios específicos de atividades desenvolvidas no projeto;
VIII – elaborar relatório escrito, contendo os resultados do trabalho desenvolvido, para apresentação, através de exposições orais e/ou painéis, no Seminário Anual de Pesquisa e Extensão.

Artigo 7º – DOS BENEFÍCIOS ACADÊMICOS DO PROJETO DE PESQUISA

I – Para os Docentes
a. com projetos de pesquisa aprovados pelo NUPECAM, sem recursos externos, terão uma carga horária semanal de 2 (duas) horas;
b. com projetos de pesquisa aprovados por Instituições de Fomento com recursos externos terão 4 (seis) horas semanais de carga horária.

II – Para os Discentes
a. Os discentes receberão horas complementares, sendo 20 (vinte) por semestre e no máximo de 40 (quarenta) horas no total para os cursos superiores de tecnologia e 40h por semestre e no máximo 80(oitenta) horas no total para os cursos de bacharelados.
b. Os discentes selecionados na IC poderão receber incentivos em forma de descontos, estipulados pela direção da IES.

Artigo 8º – COMPETÊNCIAS DO COORDENADOR DE PROJETO DE PESQUISA

I – Elaborar o plano das atividades a serem desenvolvidas pelo discente;
II – Responsabilizar-se pela aferição da frequência e pelo cumprimento da carga horária semanal do discente;
III – Orientar o discente nas distintas fases do trabalho a ser desenvolvido, no âmbito do respectivo projeto, incluindo a elaboração de relatórios parciais e finais, assim como de instrumentos para apresentação em seminários, congressos e demais reuniões científicas e tecnológicas;
IV – Indicar nominalmente, nas publicações e trabalhos apresentados, os discentes participantes do projeto;
V – Comunicar ao NUPECAM qualquer fato, sugestão ou irregularidade, relacionada com as atividades dos discentes participantes dos projetos de pesquisa;
VI – Acompanhar as exposições dos relatórios técnicos parciais e finais dos discentes, por ocasião do Seminário Anual de Pesquisa.
VII – apresentar ao NUPECAM a cada final de semestre relatório de atividades parciais da pesquisa.
VIII- Apresentar a prestação de contas parcial e final do projeto

Artigo 9º – DA SELEÇÃO DO DISCENTE PARA A INICIAÇÃO CIENTÍFICA

I – O candidato à iniciação científica deverá se inscrever via formulário eletrônico, disponível no site da Faculdade Cambury com o Curriculum Lattes atualizado;
II – Uma vez a cada semestre estarão abertas as inscrições para iniciação científica;
III – O candidato deverá ter concluído os dois primeiros semestres do curso superior no qual esteja matriculado e não estar realizando o último semestre do mesmo curso;
IV – Não ter sido reprovado em nenhum semestre do curso que realiza;
V – Comprovar disponibilidade para dedicação ao projeto de pesquisa, com jornada de pelo menos 10 (dez) horas semanais, em turno diferente daquele em que esteja matriculado.
VI – Deverá ter o aceite do coordenador do projeto escolhido.
VII – Deverá ser aprovado pelo NUPECAM.

Artigo 10 – DOS RESULTADOS DA SELEÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

I – O Diretor Geral publicará o resultado final e designará os candidatos classificados para atuarem nos respectivos projetos de pesquisa junto ao NUPECAM.
II – A designação do Diretor será feita pelo período de até 12 (doze) meses, respeitado o prazo estabelecido para execução do respectivo projeto de pesquisa, podendo ser prorrogado por mais um ano.

Artigo 11 – DA CONCESSÃO DE BOLSA AO DISCENTE

I – Enquanto participante do Núcleo de Pesquisa, ao discente poderá ser concedida bolsa de estudos, em forma de desconto em mensalidade, em valor e na forma que for definida pelo Diretor Geral.
II – A concessão da bolsa de estudos de que trata este artigo não implicará em qualquer vinculação de caráter empregatício com a IES.
III – Não haverá, em nenhuma hipótese, acumulação de bolsas de estudos, parcial ou total, concedida pela IES – NUPECAM ou outra fonte.
IV- A concessão da bolsa, mediante 10% de desconto na mensalidade, será designada a apenas 02 alunos por projeto. A concessão da bolsa será designada aos dois primeiros alunos de cada projeto que efetivarem a inscrição.

Artigo 12 – DO DESLIGAMENTO DO DISCENTE DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA

O discente participante de um projeto de iniciação poderá ser desligado de sua função, a qualquer tempo, por ato do Diretor Geral, nos seguintes casos:
I – Quando vier a sofrer pena disciplinar;
II – Por proposta do Coordenador do NUPECAM, mediante manifestação do coordenador do projeto de pesquisa;
III – Por solicitação do próprio discente.

Este regulamento entra em vigor na data da publicação.
Goiânia, 31 de março de 2016.
FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO DE ALUNOS DE IC

Clique aqui para baixar

PROJETOS APROVADOS DO EDITAL 2016

Clique aqui para baixar

PROJETO

INSCRIÇÃO PARA PROJETO DE PESQUISA 2016/1

Inscreva-se
Copyright © 2018 Faculdade Cambury. Todos os Direitos Reservados