ENADE: sua nota é referência para o mercado

No dia 25 de novembro será aplicado o ENADE– Exame de Desempenho de Estudantes. O objetivo dessa prova é avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de graduação e o nível de atualização dos estudantes com relação à realidade brasileira e mundial.

Amanda Costa

Os alunos de 11 cursos da Faculdade Cambury das unidades de Formosa e Goiânia vão ser avaliados. São eles: Direito, Psicologia, Design de Interiores, Gastronomia, Gestão Comercial / Gestão Executiva de Negócios, Gestão de Recursos Humanos, Logística e Marketing em Goiânia. Na unidade de Formosa os alunos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Processos Gerencias e Marketing também irão fazer a prova.

Para quem não sabe o ENADE foi criado em 2004 e substituiu o Exame Nacional de Cursos, mais conhecido como Provão. O Provão teve início em 1996 e foram realizadas 8 edições até o ano de 2003. Se você está concluindo um curso graduação e não participar do ENADE, ficará impossibilitado de colar grau e de pegar seu diploma. A participação no exame é fundamental e vale como componente curricular do curso.

Não são todos os alunos que fazem o ENADE. Os cursos são divididos em três grupos e, de três em três anos, cada um desses grupos é avaliado. Portanto, os próximos concluintes desse período recebem a mesma nota, dos que foram avaliados.

A prova do ENADE é composta por questões de vários níveis de dificuldade. Ao todo, são aplicadas 40 questões, sendo 10 de assuntos gerais e 30 de assuntos específicos abordados durante toda a vida acadêmica do estudante.

Ao concluir a graduação, o aluno carregará um diploma com o nome da instituição de ensino superior onde realizou a graduação. Se esta instituição possuir uma boa nota no ENADE, certamente o aluno será visto com bons olhos, ao contrário daquele aluno cuja instituição teve uma avaliação ruim pelo MEC.