5 dicas para empreender no setor gastronômico

          “A gastronomia vai seguir na minha vida até o meu último dia de vida, porque ela move os meus dias. Ela move tudo o que eu faço!”  (Jaqueline Candie – aluna do MBA Gastronomia e Negócios em Alimentação)

Antes de tudo, saiba que para construir negócios de alto impacto e duradouro no setor da gastronomia é preciso enxergar mais longe. Empreender nesse ramo exige domínio da cozinha ou contar com profissionais que dominem bem. E isso vai bem além do óbvio. Dominar uma cozinha não é simplesmente saber fazer um prato ou outro, mas gerenciá-la por inteiro, desde a compra de matéria-prima até a higienização do espaço. Você, claro, não vai cuidar de tudo isso. Mas, precisa saber o que precisa ser feito.

Todo empreendedor (ou aspirante a tal) do setor de gastronomia precisa estar atento aos detalhes, que são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio. Confira:

Inovação

Pensar em inovação é mais do que buscar soluções para o negócio. Inovar é questão de sobrevivência, antes de tudo. Depois, de diferenciação. Muita gente empreende no setor gastronômico e se você for fazer mais do mesmo, haverá milhares de concorrentes. Lembre-se: inovar sempre é preciso. Não há calmaria eterna em mercado nenhum.

Atendimento

Boa parte de uma experiência de sucesso depende de um atendimento de excelência. Invista em capacitação de sua equipe, forneça treinamentos e acompanhe o atendimento prestado por eles. Sempre que possível, peça a opinião dos seus clientes também.

Escalabilidade

Negócios escaláveis são aqueles em que se podem aumentar a produção/retorno sem precisar ampliar o investimento na mesma proporção. No setor de gastronomia, isso é muito difícil, porque qualquer aumento na demanda vai exigir maior produção. Por isso, é fundamental exercitar sua capacidade de enxergar seu negócio de maneira ampliada, para saber como reduzir custos, gerar mais receitas e conseguir escalar seus resultados. A escalabilidade na gastronomia é possível. É só colocar a cabeça para funcionar. Quem disse que seu restaurante só pode vender comida? Expanda seus horizontes.

Normas

Como em todo negócio, um empreendimento no setor de gastronomia está sujeito a uma série de normas. Fique atento a todas elas, para garantir a qualidade do produto e do serviço que você vai entregar ao seu público e também para evitar problemas com os órgãos de fiscalização. Além do alvará de funcionamento, inspeção de bombeiros e outros documentos comuns a todo negócio, você precisará ficar atento às regulamentações específicas da vigilância sanitária.

Localização

Este fator é crucial e pode determinar o sucesso ou o fracasso de um empreendimento no setor gastronômico.  Antes de abrir um negócio, considere essa variável e analise bem a região e o público que você busca atingir. Se a ideia for atuar somente com delivery, considere a localização do seu centro de produção, com vistas a otimizar seus custos com gasolina e agilizar as entregas. Se for vender pela internet, considere o espaço virtual como um “lugar” também e saiba onde deve estar (quais redes sociais escolher para atuar, google maps, aplicativos de mensagens como o Whatsapp etc.).

[button size=’small’ style=’white’ text=’SAIBA MAIS SOBRE O CURSO’ icon=” icon_color=” link=’https://cambury.br/curso/goiania/gastronomia’ target=’_self’ color=’#2D8109′ hover_color=’#25a6a8′ border_color=” hover_border_color=” background_color=’#b9d40c’ hover_background_color=’#2F429F’ font_style=’normal’ font_weight=” text_align=’center’ margin=”]