4 características que os líderes jovens têm em comum

Se você é um jovem líder, saiba que tem um privilégio muito grande. Conseguiu atingir um nível hierárquico importante (mesmo que não ligue muito para hierarquias organizacionais) e não precisou dedicar a sua vida profissional inteira para alcançar esse status.

Mas nem tudo é perfeito. O jovem líder também passa por perrengues, tem muito a aprender e se conhecer. Muitas vezes precisa adquirir qualidades que ainda não estão presentes em seu perfil profissional e podem errar bastante no processo. A diferença é que chefes jovens tendem a encarar essas dificuldades sem medo e sem sofrimento, aprendendo com erros e fazendo questão de repassar seu conhecimento aos colegas de trabalho.

Se você faz parte da equipe de um chefe jovem, pode ser que muitas vezes saia irritado de uma reunião, não porque acha ele jovem demais para o cargo, mas, talvez, porque ele ainda precise entender a importância da humildade. Ou porque a desorganização dele acabou consumindo muito tempo. Não leve para o pessoal! Ele está tentando melhorar e tenha certeza que vai fazer disso uma prioridade.

Fora isso, existem outras 4 coisas que todo jovem líder tem em comum. E elas são:

1. Eles acreditam no poder da tecnologia

Além de saber usá-la, chefes jovens acreditam que a tecnologia vai mudar o mundo e a usam em seu favor. Eles querem aprender a causar verdadeiro impacto onde vivem e se desesperam só de pensar que estão perdendo uma novidade sequer.

2. Eles são focados e curiosos

Por se encontrarem em uma posição de liderança com pouca idade, aproveitam para imergir no novo universo, aprender, debater e contribuir com seu aprendizado em uma discussão. Eles são apaixonados pelo que fazem, compromissados e se dedicam a profissão com prazer.

3. Eles querem servir de exemplo

Preocupados em ganhar a confiança de seus funcionários (muitas vezes mais velhos que eles), chefes jovens tendem a praticar uma conduta exemplar e encorajam a sua equipe a fazer o mesmo. Eles já se decepcionaram com outros chefes e querem fazer diferente. Procuram ouvir mais a equipe e participar do dia-a-dia operacional. Por causa dessa vontade de dar o exemplo, acabam sendo mais simpáticos e compreensivos.

4. Eles se sentem extremamente responsáveis por suas equipes

É muito raro ver um chefe jovem “escondendo o jogo” da sua equipe. Eles procuram ser sinceros no feedback e são profissionais muito transparentes. Se a empresa está com problemas, eles são os primeiros a informar. E quando chega a oportunidade de pedir um aumento, eles também dão dicas.

 

Fonte: Blog da Engenharia