3 motivos para você aprender LIBRAS

A Faculdade Cambury promove a inclusão, por meio do ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras). A disciplina que é optativa para os alunos da instituição começou no último sábado, (23/03). No total, serão 10 aulas para estudantes e também colaboradores da instituição. Juntos, eles irão apreender uma nova língua – essa que é pronunciada pelo corpo e ensinada pelo mestre Sérgio Vaz.

Aula de Libras do último sábado, (23/03) alunos e colaboradores aprenderam noções básicas da língua.

Estudar Libras é muito importante para promover a inclusão de mais pessoas. Por meio dessa língua milhares de pessoas portadoras de deficiência auditiva e de fala, conseguem se comunicar. A partir dela, você consegue aprender uma série de sinais que se transformam em palavras. Afinal, LIBRAS é uma linguagem visual-gestual.

Motivos para aprender Libras:

1- Aprenda Libras e ganhe mais um aprendizado para a sua vida! Aprender coisas novas sempre é algo muito engrandecedor e emancipador para todas as pessoas.

2- Já imaginou que legal seria você poder se comunicar com algum surdo? Imagine ainda se essa pessoa for um parente ou amigo? O entendimento dessa língua será fundamental para o entrosamento de vocês. Ele se sentirá mais próximo e assim, poderá contar mais ainda com o seu apoio, ajuda e amizade.

3- Sabia que quem aprende Libras consegue se articular melhor, já que para conseguir se comunicar você vai precisar gesticular bastante às mãos? Também é necessário ter muita coordenação. Por isso, a agilidade com certeza é uma das maiores vantagens, pois é necessário ter muita articulação nas mãos.

História

No período de 1500 a 1855, já existiam muitos surdos no país. Nessa época, a educação era precária. Em 1855, ocorreu a vinda ao Brasil de um professor francês surdo, chamado Hurt, e, em 1887, foi fundado o primeiro Instituto Nacional de Surdos Mudos no Rio de Janeiro.

No período de 1970 a 1992, os surdos se fortaleceram e reivindicaram os seus direitos. Desde aquela época, as escolas tradicionais existentes no método oral mudaram de filosofia e, até hoje, boa parte delas vêm adotando a comunicação total.

Em 2002, foi promulgada uma lei que reconhecia a Língua Brasileira de Sinais (Libras) como meio de comunicação objetiva e de utilização das comunidades surdas no Brasil. Em 2005, foi promulgado um decreto que tornou obrigatória a inserção da disciplina nos cursos de formação de professores.