Ainda tem dúvida sobre o ENADE 2017?

POST - ENADE 2017-01

10 nov Ainda tem dúvida sobre o ENADE 2017?

Reunimos algumas das dúvidas mais frequentes dos estudantes que irão fazer o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE). A prova será aplicada em 26 de novembro de 2017 para os alunos do curso de Gestão da Tecnologia da Informação.

O que é o Enade?

O Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e tem como objetivo geral avaliar o desempenho dos estudantes em relação a conteúdos programáticos, habilidades e competências para atuação profissional e conhecimentos sobre a realidade brasileira e mundial, bem como sobre outras áreas do conhecimento.

O que é o cadastro dos estudantes?

Até novembro, os concluintes regulares precisam checar seus cadastros no Enade no site http://enade.inep.gov.br/. O Inep aponta que, embora as inscrições sejam realizadas pelos coordenadores dos cursos, a partir de 2017 é responsabilidade do participante preencher algumas informações pessoais e solicitar, caso necessário, atendimento especializado e/ou específico.

As solicitações de atendimento foram feitas até 3 de setembro. Para realizar o cadastro os participantes devem informar:

  • Número do CPF;
  • Número de telefone e um endereço de e-mail válidos;
  • Solicitar, caso necessário, atendimento especializado ou específico (até 3 de setembro);
  • O participante que cursar mais de uma graduação deve escolher o curso em que prefere realizar a prova.

 Devo preencher um questionário do estudante?

Sim. Além do cadastro, novidade em 2017, continua sendo obrigatório para o participante responder ao “Questionário do Estudante”, um dos quesitos, juntamente com a realização da prova, para obtenção de regularidade no Enade.

O preenchimento do documento será entre 28 de agosto até 26 de novembro. Diferentemente do que ocorria em edições anteriores do Enade, não será possível responder ao questionário depois da aplicação do Exame.

 Quem será inscrito no Enade 2017?

De acordo com o Inep, há quatro grupos que precisam ser inscritos pelas próprias instituições de ensino:

  • Ingressantes– estudantes que iniciaram o curso em 2017, e estão devidamente matriculados, e tenham de zero a 25% da carga horária mínima do currículo do curso cumprida até o final das inscrições do Enade 2017.
  • Concluintes dos cursos de bacharelado ou licenciatura – estudantes com expectativa de conclusão do curso até julho de 2018 ou que tenham cumprido 80% ou mais da carga horária mínima do currículo do curso até o final das inscrições do Enade 2017.
  • Concluintes dos cursos superiores de tecnologia– estudantes com expectativa de conclusão do curso até dezembro de 2017 ou que tenham cumprido 75% ou mais da carga horária mínima do currículo do até o final das inscrições do Enade 2017.
  • Ingressantes e concluintes irregulares– estudantes que, apesar de habilitados, não foram inscritos ou não fizeram o exame por motivos não previstos na Portaria Normativa MEC nº 40/2007.

De acordo com o Inep, “apesar de as inscrições serem necessárias para os ingressantes e concluintes” só fazem a prova, efetivamente, os concluintes dos cursos de bacharelado ou licenciatura e os concluintes dos cursos superiores de tecnologia.

 Como é a prova?

A prova, que será aplicada em 26 de novembro, é constituída pelo componente de Formação Geral, comum a todas as áreas, e pelo componente específico de cada área. O componente de Formação Geral tem dez questões, sendo duas discursivas e oito de múltipla escolha. O Componente Específico tem 30 questões, sendo três discursivas e 27 de múltipla escolha. O concluinte tem quatro horas para resolver toda a prova.

 Quem não faz o Enade fica sem o diploma?

Sim, de acordo com o Inep. “A participação do estudante habilitado ao Enade é condição indispensável ao registro da regularidade no histórico escolar, assim como à expedição do diploma pela Instituição de Educação Superior (IES).

 

Fonte: G1

Tags:
,